Propaganda topo

Veja como ajudar os atingidos pela barragem em Brumadinho

Algumas entidades criaram aparatos para ajudar as vítimas da tragédia

foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Estado de Minas - A solidariedade tomou conta das redes sociais depois do rompimento da barragem de Brumadinho. Campanhas de doação com anúncio dos postos de coleta estão sendo espalhadas pela internet, como fez a ex-BBB Ana Paula Renout pelo Twitter. Artistas, times de futebol e religiosos também se engajaram no movimento.
Em Belo Horizonte, a Arquidiocese anunciou uma campanha de recolhimento de doações para ajudar as vítimas do rompimento da barragem de Córrego do Feijão, em Brumadinho. A instituição já começou a receber roupas, alimentos e água. Além das donativos físicos, a entidade disponibilizou uma conta-corrente para doações financeiras.
(foto: Divulgação)

O arcebispo de Belo Horizonte, Dom Walmor de Oliveira, divulgou uma nota de amparo às vítimas. "A Arquidiocese de Belo Horizonte une-se a cada um dos atingidos, compartilhando suas dores. Nossas comunidades de fé, especialmente às que servem ao Vale do Paraopeba, estejam juntas, para levar amparo, ajuda, a todos que sofrem diante de tão lamentável tragédia", diz.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, aproximadamente 200 pessoas estão desaparecidas depois do rompimento da barragem. Até o momento, as autoridades mineiras confirmaram sete pessoas feridas e nenhuma morte.

Repercussão

Times de futebol, celebridades e muitas outros perfis levaram a hashtag #Brumadinho aos trending topics do Twitter. Além de #Brumadinho, outras como #Mariana, #MinasGerais e #BarragemdaVale estão entre as 10 mais publicadas no Brasil nesta sexta-feira (25/01).

O Movimento dos Atingidos por Barragens também prestou solidariedade por meio de uma nota. "O Movimento dos Atingidos por Barragens reafirma que está com os trabalhadores e famílias atingidas neste momento difícil e segue firme em luta pelos direitos dos atingidos."

Postar um comentário

0 Comentários