Propaganda topo

Governo de Pernambuco abre seleção para gestores

Processo inovador de pré-seleção oferece vagas para gestores das 16 Gerências Regionais de Educação (GREs), distribuídas em todas as regiões do Estado e coordenadas pela Secretaria de Educação e Esportes; Inscrições seguem até o dia 22 de novembro

Foto: Pedro Menezes

O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Educação e Esportes do Estado, abre, nesta segunda-feira (04), processo seletivo para gestores das Gerências Regionais de Educação (GREs). Estão sendo oferecidas 16 vagas para o cargo e o edital, publicado em Diário Oficial no último sábado (1º), já está disponível no site do “Vem pro Time” (vemprotime.pe.gov.br), que é uma nova forma de seleção para o preenchimento de vagas em cargos de liderança. As inscrições são gratuitas e seguem até o dia 22 de novembro.

Para participar do processo seletivo, o candidato deve ser servidor efetivo ativo ou aposentado do quadro da Secretaria de Educação e Esportes; portar curso superior em qualquer área de conhecimento; possuir experiência no Sistema Estadual de Educação de, no mínimo, três anos; ter ocupado cargo de gestão ou coordenação pedagógica na área de educação, seja no setor público ou privado, por no mínimo três anos; e não ter sofrido penalidade administrativa no triênio anterior ao pleito.

Com resultado final previsto para o dia 26 de dezembro, o processo seletivo para o cargo de gestor de Gerência Regional de Educação será dividido em quatro etapas: inscrição no site mencionado acima; cadastro da titulação e experiências e realização do teste online; entrevista por competência; e banca de avaliação presencial. É importante lembrar que a inscrição do candidato só será efetivada após a conclusão das duas primeiras etapas.

Esta é uma nova forma de seleção de profissionais, para preenchimento de vagas em cargos estratégicos de liderança, que visa assegurar a eficiência dos serviços prestados à população do Estado. O Governo de Pernambuco, um dos primeiros estados a fazer seleção de Gerentes Regionais de Educação, agora moderniza seu processo com uma etapa de entrevista por competências com o objetivo de atrair e selecionar profissionais aptos e eficientes para enfrentar os desafios da gestão pública, principalmente no âmbito educacional.

A seleção dos novos gestores reforça o compromisso da atual gestão em manter Pernambuco no status de melhor educação pública do Brasil. “Nossos gestores das dezesseis Gerências Regionais de Educação sempre passaram por processos seletivos. Este ano, com a criação do Vem pro Time, o governador Paulo Câmara quer atrair profissionais cada vez mais capacitados e assegurar a eficiência dos serviços que serão prestados ao Estado. Todo este processo, desde a seleção até o desempenho do gestor à frente da gerência e do grupo de escolas daquela região, será acompanhado de perto pela equipe da Secretaria”, ressalta Fred Amancio, secretário estadual de Educação e Esportes.

Vem pro Time – O programa utiliza uma metodologia de recrutamento e avaliação baseada em mérito e competências, transformando a cultura de gestão de pessoas no setor público, por meio de um processo justo e transparente para todos. Além de promover a atração e a seleção de profissionais, o Vem pro Time avançará com o acompanhamento de desempenho, desenvolvimento e a integração do profissional selecionado, assegurando que o servidor esteja apto a superar os desafios da administração pública.

O programa Vem pro Time será usado para abertura de vagas de outros cargos de liderança e, nos próximos dias será lançado também a seleção para o cargo de Superintendente de Gestão de Rede. As vagas abertas poderão ser acompanhadas no site do programa.

As inspirações internacionais para o processo de seleção vêm de países como Austrália, Reino Unido e Chile, que também buscaram mecanismos modernos de recrutamento, para profissionalizar a composição de altos cargos da administração pública.

O programa Vem pro Time vem sendo desenvolvido com apoio da Alinaça, que é uma iniciativa que reúne organizações do terceiro setor, formada pela Fundação Brava, Fundação Lemann, Instituto Humanize e República.org, A Aliança tem projetos que promovem o aprimoramento da gestão pública. A parceria prevê o desenvolvimento de metodologia de atração e pré-seleção e estruturação de boas práticas em gestão de desempenho, além da transferência de conhecimento ao Estado.

Postar um comentário

0 Comentários