Propaganda topo

Galo da madrugada está sendo montado para o desfile no próximo sábado

Foto: Leandro de Santana/esp.DP

DP - A montagem da alegoria da maior agremiação carnavalesca do mundo, o Galo da Madrugada, segue na Ponte Duarte Coelho, no Centro do Recife, na manhã desta quarta-feira (19). Como todos os anos, a população já começa a ficar curiosa com a aparência de um dos símbolos mais queridos do carnaval. Somente na próxima sexta-feira (20), ele amanhecerá de pé na ponte, para apreciação e opiniões polêmicas da população. A montagem começou na noite de terça-feira (18).

Em 2020, a escultura gigante do Galo terá sete toneladas, 28 metros de altura e contará com iluminação e efeitos digitais. Ao todo, 38 placas de LED outdoor de alta resolução e mais de mil clusters de LED iluminarão o gigante, dia e noite. A tecnologia LED, considerada energia limpa, contribuirá para o baixo consumo energético para o funcionamento da alegoria. Cada placa de LED fará parte de um mapa digital com programação de efeitos gráficos e luminosos.

Pelo segundo ano, o Galo será assinado pelo artista plástico, designer e cenógrafo Leopoldo Nóbrega. Como em 2019, a escultura apostará mais uma vez no conceito de sustentabilidade com o uso de materiais reutilizados na confecção. No Galo deste ano, uma iluminação especial permitirá que a alegoria fique acesa também à noite.

Para a composição da alegoria do Galo da Madrugada 2020, Leopoldo Nóbrega afirma que buscou primeiro a referência do circo a partir dos elementos estéticos dos personagens que fazem parte do universo mágico. A gola que faz parte da indumentária do calunga é uma referência dos séculos 16 e 17.

As cores escolhidas remetem, segundo ele, à explosão de energia da infância. O rabo do Galo ganhará uma estrutura helicoidal que girará em direções opostas, causando efeito de movimento com a força eólica. Já a crista apresentará um degradê, representando as cores do arco-íris.

Postar um comentário

0 Comentários