Propaganda topo

Câmara do Recife aprova requerimento que pede testes rápidos para Covid-19 em funcionários de bancos e lotéricas

Foto: Reprodução

Expostos diariamente à contaminação pela covid-19, devido ao fluxo de pessoas, funcionários de instituições financeiras, como agências bancárias e lotéricas, poderão fazer o teste para diagnóstico da doença. É o que prevê o Requerimento 1608/2020, de autoria do vereador do Recife Samuel Salazar (MDB). A matéria foi aprovada na Câmara Municipal, nesta terça-feira (12), em sessão ordinária por vídeoconferência. Segundo boletim divulgado pelo Sindicato dos Bancários de Pernambuco (Bancários PE), na segunda-feira (11), 98 funcionários testaram positivo para o novo coronavírus no estado. Outros 98 estão com suspeitas da doença. Pernambuco conta com 8 mil bancários e cerca de 70% estão em agências e departamentos do Recife, segundo a entidade. 

De acordo com o Bancários PE, a Caixa Econômica Federal tem 25 casos confirmados e 35 casos suspeitos. O Banco Santander: 23 confirmados e 34 suspeitos; Itaú: 19 confirmados e 0 suspeito; Bradesco: 19 confirmados e 17 suspeitos; Banco Nacional do Nordeste: 4 confirmados e 3 suspeitos; Banco do Brasil: 8 confirmados e 9 suspeitos. Conforme destaca a categoria, os funcionários estão expostos a alto risco de contaminação e disseminação do coronavírus em razão da natureza do trabalho bancário e características dos locais de trabalho (ambientes fechados, com ventilação por ar-condicionado, no qual circulam centenas de pessoas por dia) e do alto nível de transmissão de patógenos por meio do papel moeda. Mesmo com o controle de acesso escalonado de clientes às dependências das agências bancárias, a entidade observa que há aglomeração nas filas e grande fluxo de usuários nas unidades.

Para o diretor de Assuntos Jurídicos do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, João Rufino, a entidade tem se preocupado com a possível propagação do vírus no ambiente de trabalho. “Com a possibilidade de fazer as testagens nos funcionários, algum que sinalizasse com resultado positivo, poderíamos de imediato trocar equipes e higienizar a agência. Quando isso não acontece, eventualmente ocorre o que temos visto: um adoecimento e a maior propagação da doença”, explica Rufino. Ainda de acordo com ele, “a iniciativa de fazer o diagnóstico é muito boa. Imagina se todas as cidades tivessem a oportunidade de fazer testagens não só em funcionários de instituições financeiras, mas também em prestadores de serviços de supermercados, entregadores, motoristas, para além das equipes de saúde”, pontua.

Segundo o Sindicato dos Bancários, na última semana, 80% das agências do Banco Itaú estavam fechadas no Recife e 60% das do Santander tinha casos positivos, mas seguem abertas. “Sabendo do teste positivo, poderíamos afastar as pessoas que estão com a doença muito antes que contamine colegas e clientes. Um bancário contaminado e que não manifesta os sintomas é um risco para todo e só tende a somar ao crescimento exponencial da pandemia na cidade”, lamenta o diretor de Assuntos Jurídicos do Sindicato . 

Conforme Rufino, o Banco Itaú tem se preocupado com os funcionários e oferecido equipamento de proteção individual e material de higienização. “Também fez parceria com a Rede D'Or São Luiz, para que funcionários possam fazer pelo plano de saúde o teste da covid-19”, destaca o diretor de assuntos jurídicos. Outra barreira apontada pelo representante do sindicato são os custos dos testes de detecção da covid-19 serem pagos pelos funcionários que se contaminam. “Os custos variam entre R$ 300 a R$ 500 e não há um ressarcimento ao empregado contaminado no trabalho”, desabafou. “Nós temos a consciência da importância do nosso trabalho, mas não queremos trabalhar sabendo da possibilidade de contaminar nossos familiares. É uma decisão complexa”, refletiu.


HISTÓRICO

Na segunda-feira (11), a agência da Caixa Econômica Federal, na Boa Vista, no Recife, amanheceu fechada após registro de um caso suspeito com a covid-19. Próxima ao local, a agência Bradesco também foi fechada após caso confirmado. As unidades passarão por processo de higienização antes da reabertura com nova equipe. O Sindicato acompanhou a suspensão do expediente e fechamento do autoatendimento. De acordo com o órgão, “o local vai passar pelo processo de higienização, reabrindo nesta terça-feira (12) com nova equipe”.

Na última quinta-feira (7), a agência da Caixa Econômica Federal da Rua Padre Lemos, em Casa Amarela, foi fechada após dois funcionários serem diagnosticados com coronavírus. Na quarta-feira (6), a agência da Caixa da Avenida Caxangá, também foi fechada depois que um dos funcionários foi testado positivo para a doença. “Estamos preocupados também com esses funcionários. Muitos têm se solidarizado e ido para as filas ajudar a solucionar dúvidas com o aplicativo do auxílio emergencial. O requerimento visa garantir a saúde deles”, explica Salazar, autor do requerimento.

Postar um comentário

0 Comentários