Propaganda topo

Justiça do RJ nega pedido de prisão domiciliar para Queiroz

Queiroz é suspeito de participar de "rachadinha"
Foto: Sebastião Moreira/EFE
O pedido da defesa de Fabrício Queiroz para que ele fosse transferido para prisão domiciliar foi negado pela desembargadora Suimei Cavaleiri, da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), na madrugada de hoje.

O advogado Paulo Emílio Catta Preta havia argumentado, ao apresentar um pedido de habeas corpus ontem, que Queiroz é portador de câncer de cólon e correria riscos de saúde devido à pandemia da covid-19. Por isso, a defesa pediu para que Queiroz fosse para prisão domiciliar.

Postar um comentário

0 Comentários